"Como eu era antes de você"

Como-eu-era-antes-de-voce_Destaque

Como eu era antes de você, me hipinotizou. Tinha muitas expectativas com relação a ele devido aos comentários que já havia visto e por já ter lido outro livro da Jojo Moyes.
É uma linda história que não começo não imaginei que seria de amor, mas sim, é sobre amor. Mostra que o amor pode surgir de onde menos esperamos e confirma aquilo que costumo usar como bordão: amor é convivência. Não existe amor se convivência. E além disso, o amor nos transforma. Em pessoas melhores ou piores. Depende de com quem estamos nos envolvendo.
No caso de “Como eu era antes de você”, Louisa, ou apenas Lou, era uma jovem que trabalhava num café e gostava do seu emprego, de conversar com as pessoas que frequentavam o local e embora já tivesse 26 anos, ainda morava com os pais, irmã, avô e sobrinho numa casa modesta. Lou acaba perdendo seu emprego de que tanto gostava e após várias tentativas com outros empregos, ela acaba como cuidadora de Will Traynor, um rapaz de 35 anos que ficou tetraplégico. E a partir dessa convivência, Lou vai se transformando como pessoa, passa a abrir seus horizontes que até então não viam nada além de sua pequena cidadezinha e desta convivência com Will, nasce um amor, que a mudará completamente. Aliás, não só a ela, pois Will estava descontente com sua vida, dependendo de pessoas para as coisas mais simples da vida, como comer. O livro tem uma linguagem fácil e você vai indo e jura que é só mais uma página e quando vê, você não quer mais parar!!! O livro te faz refletir sobre a vida, sobre como ela é agora e como daqui a um minuto algo pode acontecer e te apresentar uma nova realidade com a qual você terá de aprender a conviver.
Quem aí já leu? O que achou?
Acabei a leitura de “Como eu antes de você” há mais ou menos uma hora e já estou iniciando a próxima. Estou, na verdade, em dúvida se leio “Carta de amor aos mortos” ou “Toda luz que não podemos ver”. O que recomendam?!

———–
SINOPSE:

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Saiba mais sobre o livro clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s