Retrospectiva literária 2016

2016-12-27-19-36-00-1

2016 foi um ano que estabeleci como meta ler em média 04 livros por mês e no total geral, me saí bem. Faltou metade do último para fechar 40. Na foto, estão os livros físicos que li, pois por questões de ‘não tenho dinheiro’, li mais no kindle, meu fiel companheiro.

Veja abaixo a lista de tudo que li e terminei em 2016 (comecei vários outros que não terminei):

Janeiro

  • Virgínia Woolf, de Alexandra Lemasson
  • A garota no trem, de Paula Hawkins
  • A culpa é das estrelas, de John Green
  • Quem é você, Alasca?, de John Green

Fevereiro

  • Sejamos todos feministas, Chimamanda Ngozi
  • O regresso, de Michael Punke
  • O pequeno príncipe, de Saint-Exupéry

Março

  • Extraordinário, de R J Palácio
  • A seleção, de Kiera Cass
  • A Elite, de Kiera Cass
  • A escolha, de Kiera Cass
  • Depois de você, de Jojo Moyes
  • Harry Potter e a pedra filosofal, de J K Rowling

Março e Abril

  • A herdeira, de Kiera Cass
  • Harry Potter e o prisioneiro de Azkabam, de J K Rowling
  • Édipo Rei, de Sófocles
  • Harry Potter e o cálice de fogo, de J K Rowling
  • A coroa, de Kiera Cass
  • Jovens de Elite, de Marie Lu

Junho

  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
  • Como conversar com um facista, de Márcia Tiburi

Julho

  • Harry Potter e a ordem da Fênix, de J k Rowling

Agosto

  • Harry Potter e o enigma do príncipe, de J K Rowling
  • Harry potter e as relíquias da morte, de J K Rowling
  • Um dia, de David Nichols

Setembro

  • 1984, George Orwell
  • A viagem, de Virginia Woolf
  • O orfanato da Srta Peregrine, de Ransom Riggs
  • O auto da compadecida, de Ariano Suassuna

Outubro

  • O papel de parede Amarelo, de Charlotte Perkins Gilmar
  • A insustentável leveza de ser, de Milan Kundera
  • Budapeste, de Chico Buarque
  • Precisamos falar sobre o Kevin, de Lionel Shriver

Novembro

  • A filha perdida, de Elena Ferrante
  • Harry Potter e a criança amaldiçoada, de

Dezembro

  • O Mundo de Sofia, de Josten Gaarner
  • Cidade dos étereos , de Ransom Riggs
  • Uma história lastimável, de Fiodor Dostoiévski
  • A amiga genial, de Elena Ferrante

Ficou pendente para 2017, Os Miseráveis, de Victor Hugo e História do novo sobrenome, de Elena Ferrante.

Então é isso, que em 2017 possamos ultrapassar nossas metas e que tenhamos muitos livros novos na estante!. Feliz Ano novo!!

Anúncios

2 comentários

  1. Oii Alê!!! Quero muito ler “Extraordinário” que sempre dizem muito bem sobre esse livro. Para 2017 separei somente 5 livros que estão na minha estante e quero ler muito. Coloquei somente 5, porque não gosto de ler por obrigação, normalmente pego um para ler que me dê vontade na hora. Não gosto muito de programar o que vou ler, porque acabo sentindo que é uma espécie de obrigação.. HAHAHAHA
    Super beijo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s