O despertar do silêncio – Resenha

O livro sobre o qual vou escrever hoje é uma leitura realizada para a matéria de Libras do curso letras-inglês da Ucsal.

O despertar do silêncio, de Shirley Vilhalva, conta em forma de diário como se deu a passagem de um mundo em que ela, diagnosticada com surdez neurossensorial severa bilateral, passou de uma infância em que interagia com seus familiares e colegas de escola através de leitura labial, gestos e intuição, até o momento em que ela conhece a língua de sinais, LIBRAS, e o mundo passa então a ter um sentido real para ela, a ter significado. Ela passa a ter uma identidade.

IMG_0477

Em sua infância, Shirley não entendia o mundo em que vivia. Não conseguia dizer o que pensava, não verbalizava claramente. Em casa, as pessoas não falavam com ela, ou falavam muito pouco, mas ela também não os ouvia. Quando ela queria falar, geralmente pediam que esperasse, que deixasse para depois e isto a deixava muito nervosa.

Chegou a usar aparelho auditivo quando tinha 12 anos, mas desistiu porque não se adaptou, além dos colegas debocharem dela por conta do aparelho. Foi nesse período que conheceu os sons até então desconhecidos para ela. Sua vida ganhou sentido quando conheceu a língua de sinais, a  LIBRAS, onde ela encontrou conforto linguístico e permitiu maior agilidade na  compreensão da língua oral-auditiva.

Em sua trajetória, contou com pessoas que a ajudavam a se comunicar, a entender o mundo e que a faziam se sentir segura. Ela conta que na época de escola os colegas tinham medo de que a surdez fosse contagiosa, que riam da forma como ela lia, que ela tinha dificuldade em associar as palavras que a professora usava com uma imagem a que pudesse associar esta palavra e que mesmo assim, ela conseguiu fazer algumas amizades.

Durante a vida, outras pessoas ajudaram bastante, principalmente seu padrasto que a incentivava a ler e a confiar em seu potencial. A família sempre investiu em complemento psicopedagógico, mesmo que as pessoas achassem que ela não devia estudar porque é surda. Fez magistério e cursou pedagogia. Durante a faculdade, passou a viajar militando em busca de melhorias para a comunidade surda, tanto social como educacional. Seu sonho era ser professora de surdos, mas quase não conseguiu. Na primeira tentativa foi rejeitada para ensinar surdos, numa escola de surdos, por ser surda. Algum tempo depois da rejeição, foi convidada a voltar, destacando-se em seu trabalho que lhe rendeu até prêmio.

Teve uma filha, cuja gravidez descobriu já aos 4 meses de gestação e utilizou a gravidez também na luta ela causa das futuras mães surdas. Sua filha é ouvinte. Ela conta como foi cuidar de uma bebê sendo surda, que algumas pessoas a questionavam por não ter entregue a menina ara a família criar como os demais surdos fazem, além de relatar como é a convivência entre uma mãe surda e uma filha ouvinte.

O que se pode concluir da leitura destes relatos é o quão difícil é a vida de uma pessoa surda. Não só uma pessoa surda, mas qualquer uma que tenha alguma deficiência. A maior parte daquilo que sabemos, que é muito pouco, quase sempre é através da ótica de um ouvinte. Por mais que as pessoas se esforcem, que se emocionem com relatos como esse, aquilo que fazemos pensando estar ajudando, só beneficia a nós, ouvintes. A Libras, como segunda língua oficial do país, se faz cada vez mais necessária para que a comunidade surda seja respeitada e para que os surdos possam exercer seu papel de cidadãos livremente, seja em órgãos públicos, instituições educacionais, e em suas residências. E eu me pergunto: se é 2ª língua oficial, por que não está na grade curricular das escolas?! Fica aí uma proposta de debate.

Livro disponível para download em: http://editora-arara-azul.com.br/site/ebook/detalhes/10

Anúncios

2 comentários sobre “O despertar do silêncio – Resenha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s